Em Pernambuco, Marina tem 41%, Dilma tem 35% e Aécio tem 3%

Dilma e MarinaApós assumir a candidatura presidencial do PSB – com a morte do ex-governador Eduardo Campos no dia 13 de agosto –, a ex-senadora Marina Silva (PSB) aparece na dianteira da disputa nacional na terra do seu ex-companheiro de chapa, Pernambuco. Na consulta do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), encomendada pelo Portal Leia Já e publicada em parceria com o Jornal do Commercio, ela desponta com 41% das intenções de voto.

A presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, perde o posto de liderança no Estado e cai para 35%. Estacionado, o candidato a presidente pelo PSDB, Aécio Neves, pontua 3% da preferência da intenção de voto. Na última pesquisa, divulgada no final de julho, o ex-governador ainda estava concorrendo. Mesmo com alto índice de aprovação no Estado, Eduardo Campos travava uma disputa acirrada pelo voto com a presidente Dilma.

Naquele momento, o socialista obteve 30% e a petista, 40%. O tucano aparecia com 4%. Com exceção do Pastor Everaldo (PSC), que marcou 1%, os demais candidatos não pontuaram. Localização de maior peso eleitoral, o Recife e Região Metropolitana proporcionam à candidata do PSB, Marina Silva, uma certa vantagem. Na capital, ela tem mais que o dobro da porcentagem de intenção de voto sobre a concorrente petista – 53% contra 24%. Nos municípios que integram a região metropolitana, com exceção do Recife, a mesma tendência: 45% contra 30%.

O cenário confortável para Marina ainda alcança a Zona da Mata, onde ela aparece com 42% contra 31%. O cenário só se inverte em favor de Dilma no interior de Pernambuco. No Agreste, o quadro é de empate técnico (34% para Marina contra 37% para a presidente). No Sertão e região do São Francisco, a petista mantém a vantagem que já aparecia na última pesquisa. Ela aparece com 52% e 55%, respectivamente. Por sua vez, Marina está com 32% e 30%. 

É entre os jovens de 16 a 24 anos que a presidenciável do PSB tem mais apelo de voto. Marina Silva detém 50% da intenção de voto entre os eleitores dessa faixa etária contra 25% da presidente Dilma. Entre os de 25 a 34 anos, a mesma tendência. A socialista tem 44% contra 32% da petista. No que se refere ao grau de instrução, Marina também lidera com folga entre os que têm ensino médio completo (50%) e superior (50%). Dilma aparece com 29% e 23%, respectivamente. Fonte: Jornal do Commercio

magazine




Anchieta Patriota acredita que Paulo Câmara vence com uma vantagem acima de 500 mil votos

Anchieta entrevista ao radarO candidato a deputado estadual, Anchieta Patriota, concedeu entrevista ao Blog Radar do Sertão no último sábado (30), e falou sobre as pesquisas e também o andamento da sua campanha no estado e principalmente no Pajeú.

Anchieta defendeu uma redistribuição das riquezas do país, segundo ele, de cada R$ 100,00 arrecadados, R$ 65,00 ficam com o Governo Federal, 20% na mão dos estados e 14% com os municípios. “O governo concentra a maior parte dos recursos e fica liberando migalhas para os municípios”, disse.

Sobre as últimas pesquisas divulgadas que trazem um cenário novo tanto para presidente quanto para governador em Pernambuco, o ex-prefeito de Carnaíba falou que em pesquisas anteriores muita gente afirmava que poderia mudar o voto e somente 10% estava convicto de votar em Armando Monteiro. Apesar da confiança, Anchieta confessou que não esperava uma mudança tão rápida, mas disse que acredita numa vitória de Câmara com uma vantagem acima de 500 mil votos.

Anchieta também falou sobre sua campanha e reforçou que seu projeto é feito em cima do apoio popular e de sua coerência na política. “Vejo nas cidades que visito a vontade do povo de votar em candidato da terra, do Pajeú. Aqui nós temos estrangeiros, pessoas que aparecem só de quatro em quatro anos. Eu moro em Carnaíba e tenho uma história de luta e compromisso junto às classes menos favorecidas e vou fazer meu mandato em defesa desse povo”, se comprometeu Anchieta.

lima




Em Tabira, Paulo Câmara se compromete a continuar os projetos de Eduardo Campos

Paulo 8Empolgados com o crescimento de Marina Silva e Paulo Câmara nas últimas pesquisas, os grupos que os apoiam em Tabira promoveram uma carreata no último sábado (30). O evento contou com a presença do candidato a governador, Paulo Câmara, o candidato ao senado, Fernando Bezerra Coelho e vários candidatos a estadual e federal.

Em seu discurso, Paulo não escondia o entusiasmo com o crescimento nas pesquisas e disse ao povo que será o governador comprometido com aqueles que mais precisam. “Assumo o compromisso de continuar esse legado que Eduardo Campos deixou, que eu ajudei a construir e vou fazer muito mais”, disse Câmara.

A construção de novos hospitais e UPAs Especialidades também foi uma promessa feita no palanque pelo candidato ao governo. Câmara ainda citou a continuidade do Programa Pacto pela vida e lembrou que Pernambuco é o único estado que consegue diminuir a cada ano o número de homicídios.

Sobre o FEM, Paulo assegurou que vai manter essa ajuda a todos os prefeitos pernambucanos, disse que é um recurso muito importante para os municípios, e citou como exemplo a própria cidade de Tabira. “Vocês têm uma obra a ser inaugurada dia 20 e foi com recursos do FEM que ajudei a criar junto com Eduardo”, disse.

O candidato ao senado, Fernando Bezerra Coelho, falou que quer ser o senador das águas e lembrou de obras importantes para Tabira quando ele era ministro da integração, como a Adutora do Pajeú e a Barragem da Ingazeira. Sobre Paulo Câmara, Fernando Bezerra disse que os tabirenses não vão eleger somente o novo governador, mas sim, a nova liderança do estado de Pernambuco.

Paulo 7 Paulo 1 Paulo 2 Paulo 3 Paulo 4 Paulo 5 Paulo 6

EscolaEsmar




Para o senado, João Paulo tem 29% e Fernando Bezerra Coelho, 19%

Na corrida pela vaga do Senado, o candidato do PSB, Fernando Bezerra Coelho (PSB) subiu seis pontos percentuais em relação à última pesquisa IPMN – de 13% das intenções de voto para 19%. Enquanto isso, o candidato adversário do PT, João Paulo, caiu um ponto percentual, ficando com 29%. Oscilação está dentro da margem de erro – de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Pelos dados, o petista continua como favorito, com dez pontos percentuais de vantagem sobre o socialista.

O cientista político e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Adriano Oliveira, um dos coordenadores da pesquisa, avalia como natural esse crescimento de Fernando Bezerra Coelho, uma vez que o seu candidato ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), também teve um salto vertiginoso. “Historicamente, esse é um movimento esperado. O governador tende a puxar o candidato ao Senado”, pontuou.

O bom desempenho de Bezerra Coelho, que tem no Sertão pernambucano sua origem e reduto eleitoral, aconteceu justamente no território menos identificado com sua figura. O candidato socialista saltou de 9% para 17% de intenção de votos entre os eleitores do Recife. Na Região Metropolitana, o mesmo resultado. Saiu de 7% para 16%.

No entanto, João Paulo continua a ter folga em regiões como a capital (41%), municípios metropolitanos (36%), Zona da Mata (23%) e Agreste (27%). Em duas delas – Recife e Agreste – o petista, inclusive, cresceu alguns pontos percentuais: quatro e três, respectivamente. A variação, porém, pode ter sido em decorrência da margem de erro.

Para o cientista político Adriano Oliveira, assim como na eleição para governador do Estado, a corrida em direção ao Senado tende a ser definida pelos votos oriundos da Região Metropolitana do Recife. Nesse ponto, João Paulo, por ter sido prefeito do Recife por dois mandatos e deixado a função com alto índice de aprovação, apresenta certa vantagem em relação a Fernando Bezerra Coelho.

Adentrando mais profundamente em Pernambuco, o candidato socialista continua segurando o bastão da liderança. No Sertão e região do São Francisco, Fernando Bezerra Coelho tem 27% e 55%, respectivamente. Nessas regiões, o petista aparece com 17% e 12%, na mesma ordem.

O percentual dos que ainda não se posicionaram na eleição para o Senado continua alto. A soma de branco/nulo/indecisos mais o de não sei/não respondeu chega a 50% do total de entrevistados. Apenas quatro pontos percentuais a menos do que a última pesquisa, publicada no final de julho. “Trata-se de uma margem muito grande para o candidato conquistar nas semanas que se seguem antes da eleição de 5 de outubro”, ressalta Adriano Oliveira. JC Online

DomBosco




Pesquisa aponta empate técnico entre Armando Monteiro e Paulo Câmara

Na segunda consulta eleitoral do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), o quadro é de empate técnico entre o candidato ao governo pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro (PTB), e o adversário pela Frente Popular, Paulo Câmara (PSB). Em relação à última pesquisa, realizada nos dias 25 e 26 de julho, Paulo salta vertiginosamente de 10% das intenções de voto para 28%.

Enquanto isso, Armando, que apresentava vantagem de 27 pontos percentuais frente ao socialista, cai de 37% das intenções para 32%. Considerando a margem de erro – de dois pontos percentuais para mais e para menos –, as porcentagens atuais dos dois candidatos podem chegar à casa dos 30%, cravando o empate técnico. A pesquisa foi encomendada pelo Portal Leia Já e publicada em parceria com o Jornal do Commercio.

Segundo um dos coordenadores da pesquisa, o cientista político e professor da Universidade Federal de
Pernambuco (UFPE), Adriano Oliveira, o fator inesperado da tragédia que matou o ex-governador Eduardo Campos (PSB), fez com que o seu afilhado político, Paulo Câmara (PSB), até então desconhecido da maioria do eleitorado, acelerasse o processo de crescimento. “É o fenômeno que estou chamando de eduardismo, que antes estava sendo desprezado. Isto é, a força de Eduardo alavancando a candidatura. Paulo teria crescido sem a tragédia, pelo peso que Eduardo tem, de força eleitoral após uma gestão bem avaliada. Não de uma forma tão rápida. Mas foi acelerado em virtude da tragédia que ocorreu”, avalia.

Adriano destaca ainda que a tragédia aumentou o que chamou “voto de gratidão e admiração” que o ex-governador Eduardo Campos já tinha. “Com a morte trágica, a mídia passa a falar 24 horas sobre Eduardo Campos. Com isso, ele ganha contornos de míticos, aumentando aquele voto de gratidão e admiração. Aí reside a explicação do crescimento pujante e acelerado de Paulo Câmara”, diz.

Dois outros dados contribuíram para esse novo cenário eleitoral. O primeiro é o nível de desconhecimento. Nesse quesito, Paulo Câmara conseguiu em um mês – se comparado a última pesquisa do final de julho – cortar à metade o percentual de completo desconhecimento que tinha. Ao todo, 30% disseram que nunca ouviram falar no candidato socialista, antes o número era 60%. Outro ponto é o guia eleitoral. Com duas semanas de programa na televisão e rádio, 64% dos entrevistados disseram ter assistido ou ouvido todos os dias (13%) ou alguns dias (51%). Os que responderam não ter assistido nada também é expressivo: 35%.

O cientista político, no entanto, considera que é preciso aguardar a próxima pesquisa para saber mais claramente a tendência desse crescimento. “Existe hoje um leve favoritismo de Paulo Câmara. Não está mais indefinido como antes. Mas é necessário aguardar a próxima consulta para saber o tamanho desse voto de gratidão. Pode-se falar em Pernambuco de uma comoção eleitoral, mas ainda não dá pra saber qual o impacto final nesta eleição disso”, acrescenta Adriano.

Em relação ao candidato Armando Monteiro (PTB), o cientista político avalia que a campanha desprezou até então o potencial eleitoral associado ao ex-governador. “Havia uma confusão, pelo senador (licenciado) ter sido um aliado de Eduardo. Com a tragédia e daqui para frente mais fortemente, a confusão começa a clarear. E, nessa conta, Paulo Câmara se beneficia”, diz. Para Adriano, a campanha do postulante do PTB passou a lidar com um cenário diferente. “A estratégia não pode desconsiderar o eduardismo”, pontua. JC Online

bruno




Datafolha: Marina continua crescendo e já empata com Dilma

Pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial, divulgada nesta sexta-feira (29), indica uma situação de empate entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, vem o senador Aécio Neves (PSDB), com 15%. Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 18, Dilma tinha 36%, Marina, 21% e Aécio, 20%.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a ex-senadora alcançou 50% contra 40% da presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma, 43%.

No levantamento desta sexta, Pastor Everaldo (PSC) obteve 2%. Os outros sete candidatos somados têm 1%. Segundo o levantamento, os que disseram votar branco ou nulo são 7%, mesmo percentual dos que não sabem em quem votar.

Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que uma cartela com a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):

- Dilma Rousseff (PT): 34%
– Marina Silva (PSB): 34%
– Aécio Neves (PSDB): 15%
– Pastor Everaldo (PSC): 2%
– José Maria (PSTU): 0% *
– Eduardo Jorge (PV): 0% *
– Luciana Genro (PSOL): 0% *
– Rui Costa Pimenta (PCO): 0% *
– Eymael (PSDC): 0% *
– Levy Fidelix (PRTB): 0% *
– Mauro Iasi (PCB): 0% *
– Brancos/nulos/nenhum: 7%
– Não sabe: 7%

(*) Os candidatos indicados com 0% são os que não atingiram 1% das intenções de voto; somados, os sete têm 1%.

O Datafolha fez 2.874 entrevistas em 178 municípios nestas quinta (28) e sexta (29). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo” e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00438/2014.

Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:

- Dilma Rousseff: 27%
– Marina Silva: 22%
– Aécio Neves: 10%
– Outras respostas: 3%
– Em branco/nulo/nenhum: 3%
– Não sabe: 32%

Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, o Datafolha avaliou os seguintes cenários:

- Marina Silva: 50%
– Dilma Rousseff: 40%
– Brancos/nulos/nenhum: 7%
– Não sabe: 3%

- Dilma Roussef: 48%
– Aécio Neves: 40%
– Brancos/nulos/nenhum: 9%
– Não sabe: 4%

O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.

Rejeição
A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.

- Dilma Roussef: 35%
– Pastor Everaldo: 23%
– Aécio Neves: 22%
– Zé Maria: 18%
– Eymael: 17%
– Levy Fidelix: 17%
– Rui Costa Pimenta: 16%
– Luciana Genro: 15%
– Marina Silva: 15%
– Eduardo Jorge: 14%
– Mauro Iasi: 14%

Avaliação da presidente

A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 35% dos entrevistados – no levantamento anterior, eram 38%. O índice se refere aos entrevistados que classificaram o governo como “ótimo” ou “bom”.

Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo” eram 23% e agora são 26%, segundo o Datafolha. Para 39%, o governo é “regular” – 38% no levantamento anterior.

- Ótimo/bom: 35%
– Regular: 39%
– Ruim/péssimo: 26%
– Não sabe: 1%

Do G1

Recicla




Economia brasileira encolhe e confirma recessão no país

economia em quedaA economia brasileira, medida pelo PIB (Produto Interno Bruto), encolheu 0,6% no 2º trimestre em relação aos três meses anteriores. Além disso, os resultados do 1º trimestre foram revisados de alta de 0,2% para queda de 0,2%. Com dois trimestres seguidos de resultado negativo, considera-se tecnicamente que o país está em recessão. Isso não acontecia desde a crise financeira global de 2008 e 2009.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (29) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em valores correntes, o PIB do 2º trimestre alcançou R$ 1,27 trilhão. Em relação ao mesmo período do ano passado, a queda foi ainda maior: de 0,9%. No acumulado do 1º semestre, houve crescimento de 0,5% em relação a igual período de 2013.

O PIB acumulado nos quatro trimestres terminados em junho de 2014 teve crescimento de 1,4% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores. Após a divulgação do resultado do 1º trimestre, no final de maio, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, tinha dito que a Copa do Mundo ajudaria a impulsionar os setores de comércio e serviços, e que o resultado do PIB no 2º trimestre provavelmente seria melhor. Fonte: Uol

realcarnes




Ex-prefeito Dinca Brandino é multado mais uma vez pelo TCE

Dinca enqueteO Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco analisou e julgou procedente irregularidade apresentada no relatório de auditoria na gestão do ex-prefeito de Tabira, Dinca Brandino, no exercício de 2012.

O relator foi o Auditor, Conselheiro em exercício, Carlos Pimentel. O número do processo é 13703481. O processo foi julgado pela primeira câmara e por unanimidade, a primeira corte decidiu pela aplicação de uma multa ao ex-gestor José Édson Cristóvão de Carvalho (Dinca).

nogueirao




Salário mínimo poderá ter reajuste de 8,8% para 2015

dinheiroA partir de 1º de janeiro de 2015, o salário mínimo deve ser R$ 788,06, segundo o Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) 2015. Um reajuste de 8,8%. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (28) pela Ministra do Planejamento, Miriam Belchior, depois de entregar a proposta ao presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL). A ministra antecipou que o texto prioriza investimentos em saúde, educação combate à pobreza e infraestrutura.

A peça orçamentária traz uma mensagem da Presidenta Dilma Rousseff com um diagnóstico sobre a situação econômica do país e suas perspectivas.

Pela Constituição, o prazo de entrega do projeto pelo Executivo termina no dia 31 de agosto. Mas, com a expectativa de conclusão da votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define as metas e prioridades da administração pública federal, só na semana que vem, durante o esforço concentrado, o governo se antecipou. A LDO deveria orientar a elaboração da peça orçamentária.

“Coloquei toda a equipe do Ministério do Planejamento à disposição, para os esclarecimentos necessários, para que o Congresso possa fazer uma análise rápida do Orçamento e votá-lo até o fim do ano, prazo que o presidente do Senado confirmou que é possível fazer”, explicou a ministra.

O Orçamento Geral da União (OGU) é formado pelo orçamento fiscal, da seguridade e pelo orçamento de investimento das empresas estatais federais. A Constituição determina que a proposta seja votada e aprovada até o dia 22 de dezembro.

No projeto de lei, também consta a estimativa para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 5%, no próximo ano. A projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, ficou em 3% (R$ 5,756 trilhões).

O governo estima que o superávit primário para o setor público consolidado será R$ 143,3 bilhões, valor que corresponde a 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Com os abatimentos, o superávit primário vai para R$ 114,7 bilhões, correspondentes a 2% do PIB. Fonte: NE10

magazine




Vereador tabirense convoca audiência pública para discussões sobre Barragem de Cachoeirinha

tote 2As questões que envolvem as indenizações e reassentamento das pessoas afetadas pela construção da Barragem de Cachoeirinha ainda andam dando o que falar. O vereador e também advogado, Tote Marques, convocou para a noite desta sexta-feira (29), uma audiência pública para discutir o tema. O documento oficial da reunião será entregue pessoalmente, neste sábado, pelo vereador, ao Ministro Gilberto Carvalho da Secretaria-Geral da Presidência da República.

No encontro, Tote apresentará o índio e vereador do PT do município de Jatobá-PE, Eraldo, que foi um dos líderes da resistência contra a construção da Barragem de Itaparica. Também estará presente o deputado federal Fernando Ferro (PT). Em Itaparica, a mobilização popular conseguiu parar a obra da barragem até a conclusão das indenizações, realocações e plano de reassentamento.

O objetivo do advogado Tote Marques é reforçar o reclame juntamente com a comunidade sobre a forma obscura, discriminatória e sigilosa que vem sendo tocadas as indenizações daquelas famílias, pois, todo o processo está sendo realizado sem a devida publicidade de todas as 400 famílias envolvidas. Além da marginalização dos moradores que são considerados invasores pelos funcionários do DNOCS.

Para Tote Marques, outra questão a ser debatida também é o valor das indenizações, onde segundo ele, famílias estão recebendo um valor muito aquém do esperado. O encontro acontece na noite dessa sexta-feira (29), no pátio da casa de dona Aurora.

lima




Professor Genildo Santana lança seu sexto livro e diz que a emoção é a mesma do primeiro

Genildo Santana livroNa noite dessa quinta-feira (28), o Professor e poeta Genildo Santana, reuniu na Câmara dos Vereadores de Tabira, uma turma de amigos e estudantes para uma aula diferente, fazer o lançamento do seu sexto livro falando um pouco sobre a ditadura militar.

Ao Blog Radar do Sertão, o professor falou sobre sua expectativa para mais essa conquista e confessou que, apesar de ser o livro de número 6 em sua vida, a emoção é a mesma do primeiro. “No dia em que você perder essa sensação, esse friozinho na barriga, não tem mais sentido fazê-lo”, acrescentando que espera uma boa receptividade do público.

Uma palestra que assistiu de um deputado que falava sobre os 50 anos da ditadura militar, lembrados em 2014, o fez despertar para fazer um livro com o tema, que segundo o professor, lhe toca muito afetivamente, uma vez que, quando seminarista, em João Pessoa-PB, teve a oportunidade de conviver com muitos perseguidos pelo regime, a exemplo de Frei Beto e Celeste Vidal.

O professor Genildo Santana também relatou que o livro Ditadura Militar, 50 anos – O Perigo é esquecer, é didático, com linguagem simples, feito para estudantes, pessoas que não têm conhecimento sobre a ditadura. “Qualquer pessoa pode lê-lo porque ele aborda o tema com uma linguagem bem simplificada”, disse. No início do evento, Dedé Monteiro ainda puxou uma oração pela saúde do poeta João Paraibano que está internado em Recife vítima de um atropelamento.

EscolaEsmar




Paulo Câmara tem agenda extensa no final de semana; Tabira está no roteiro do candidato

Paulo CamaraO candidato a governador Paulo Câmara não vai se poupar do cansaço nesse final de semana e uma agenda bastante intensa que começa já nessa sexta-feira (29) será cumprida por Paulo e sua comitiva. Empolgado pela subida nas pesquisas, o candidato de Eduardo Campos terá um encontro às 10h da manhã dessa sexta com funcionários do Colégio Cognitivo, em Casa Forte, no Recife.

Depois, Paulo segue para Sanharó, no Agreste, onde, às 13h, caminhará ao lado de aliados pelas ruas do município. Às 16h, será a vez de Arcoverde, no Sertão do Moxotó, receber o candidato para realização de uma carreata e inauguração de um comitê regional. Às 20h30, Câmara ainda vai ao Agreste, onde em Bonito, realiza uma caminhada.

O sábado de Paulo Câmara começa a partir das 8h, dessa vez no Sertão do Pajeú, onde fará caminhada na feira de São José do Egito. Na sequência, o socialista estará numa série de carreatas que começam em Brejinho, às 10h, Itapetim às 11h40, Tuparetama às 13h40, Santa Terezinha às 16h e Tabira às 18h. Sua agenda do sábado será concluída com um comício às 21h em Carnaíba e depois visitando a festa de Santa Rosa em Ingazeira.

No domingo (31), às 10h da manhã, Paulo Câmara participa de ato com a militância na capital, Recife. Por volta das 14h30, o candidato da Frente Popular realiza caminhada e, em seguida, prestigia uma procissão no município de São Joaquim do Monte, no Agreste.

Às 18h, estará presente em uma carreata em Catende, na Mata Sul do estado, e, na sequência, participa da inauguração do comitê dos deputados Aloízio Lessa (PSB) e Cadoca (PC do B) na região. Às 20h, Câmara e sua comitiva estarão no município de Jaqueira e, encerrando a agenda do final de semana, às 21h, tem comício em Maraial.

DomBosco




Anchieta Patriota faz caminhada com militância na feira de Tabira

anchieta em TabiraA feira livre de Tabira recebeu nesta quarta-feira (27), o candidato a deputado estadual, Anchieta Patriota e sua militância. O candidato estava acompanhado de Diana Queiroz, Sandro Ferreira e o Vereador Val do bar.

Em Tabira, Anchieta ainda é apoiado pelo ex-prefeito Dinca Brandino, Arimatéia, pelo ex-vice-prefeito Joel Mariano, a ex-secretária de cultura Gracinha e o ex-vereador Paulino. Centenas de pessoas com bandeiras acompanharam Anchieta em sua caminhada pela feira. Na oportunidade, o ex-prefeito de Carnaíba aproveitou para conversar e apresentar suas propostas aos tabirenses. A foto é de Mariana Pereira.

bruno




Governo veta pela 2ª vez novas regras para criação de municípios

A presidente Dilma Rousseff vetou integralmente o projeto de lei aprovado no início do mês pelo Senado que definia critérios para criação, emancipação e fusão de municípios. A decisão foi publicada na edição desta quarta-feira (27) do “Diário Oficial da União”.

A proposta havia sido elaborada após Dilma vetar integralmente, no ano passado, uma proposta semelhante, sob o argumento de que aumentaria as despesas públicas. Diante da ameaça de derrubada do veto pelo Congresso Nacional, a base aliada no Senado elaborou um novo texto, em acordo com o governo federal, tornando mais rigorosos os critérios para a emancipação de municípios. Por Juliana Lima

Recicla




Tentativa de furto e falsidade ideológica em Tabira

visao noturna

 

 

 

 

 

Durante rondas, a Guarnição Tática e a equipe da Rocan foram solicitadas e informadas pela vítima Wagner Morais de Siqueira, 32 anos, que o acusado Claudevaldo Pereira Feitosa, 36 anos, juntamente com outro indivíduo estavam próximos tentando abrir a porta do veículo da vítima.

Ao deslocarem ao local, Travessa Marcos Antonio Bezerra, centro de Tabira, os policiais constataram que o acusado ainda encontrava-se no local e que o outro indivíduo havia fugido. Ao ser abordado foi encontrado com Claudevaldo uma faca peixeira e uma identidade falsificada. O acusado foi detido e conduzido juntamente com a vítima para a delegacia para serem tomadas as medidas cabíveis.

realcarnes




Coluna

radar dinamico

 

 

 

 

 

Senado: A pesquisa Ibope mostrou nessa terça-feira (26), que na corrida para o senado o candidato João Paulo (PT) aparece na frente com 35% e em seguida vem Fernando Bezerra Coelho com 22%.

Regular: O governo de João Lyra Neto é regular para 34% dos entrevistados na pesquisa Ibope em Pernambuco. 5% consideram ótima, 26% avaliam a gestão como bom, 4% disseram ruim e 6% avaliam como péssima.

Mudança: O ex-prefeito Dinca Brandino resolveu mudar os planos em relação ao seu candidato a federal. Segundo o Blog Tabira Hoje, o candidato a estadual, Anchieta Patriota, teria intermediado o apoio de Dinca a Fernando Monteiro e abandonado a candidatura de Marinaldo Rosendo.

Debate I: A TV Bandeirantes promoveu o primeiro debate dessa campanha entre os presidenciáveis. Em relação à entrevista concedida ao Jornal Nacional, a presidente Dilma Rousseff se saiu até melhor nas explanações em alguns momentos.

Debate II: Como era de se esperar, o candidato Aécio Neves bateu forte nas críticas quando falou do governo Dilma e aproveitou para reforçar o lançamento de mais um mimo social, o Bolsa Jovem, que se trata de uma ajuda financeira para jovens estudantes.

Debate III: A candidata Marina Silva trouxe em suas respostas muitos dos pensamentos já manifestados por Eduardo Campos, como por exemplo, a escola de tempo integral. Em suas considerações finais, Marina lembrou a fatalidade com o ex-governador e reforçou que os projetos firmados juntos continuam de pé.

Debate IV: Como em todo debate, sempre temos os candidatos que arrancam boas risadas do telespectador. A bola da vez foi o presidenciável Eduardo Jorge do PV que por alguns momentos fez rir até a presidente Dilma Rousseff.

Rio: No Rio de Janeiro o Ibope entrevistou 1204 eleitores entre os dias 23 e 25 de agosto. No resultado apresentado Dilma tem 38%, Marina 30% e Aécio 11%.

100%: O candidato do PCO ao governo de PE promete orçamento 100% popular. Pantaleão afirmou que irá aumentar fiscalização de cargas nas estradas.

Anunciando equipe: O presidenciável Aécio Neves anunciou que, se eleito, Armínio Fraga será o Ministro da Fazenda. O economista foi presidente do Banco Central durante o governo FHC. Atualmente, ele presta assessoria econômica ao candidato do PSDB.

nogueirao




Em Pernambuco, Armando Monteiro se mantém na liderança, mas Paulo aumenta seus números

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta Armando Monteiro (PTB) com 38% das intenções de voto para o governo de Pernambuco, seguido de Paulo Câmara (PSB), com 29%. Os candidatos Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB), Pantaleão (PCO) e Zé Gomes (PSOL) aparecem com 1% cada, informa o G1 PE.

No levantamento anterior realizado pelo instituto, em julho, Armando Monteiro aparecia com 43% e Paulo Câmara, com 11%. Encomendada pela TV Globo, a pesquisa é a segunda do Ibope após o registro das candidaturas.

Confira abaixo os números do Ibope para a pesquisa estimulada, em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado:

Armando Monteiro (PTB): 38%
Paulo Câmara (PSB): 29%
Jair Pedro (PSTU): 1%
Miguel Anacleto (PCB): 1%
Pantaleão (PCO): 1%
Zé Gomes (PSOL): 1%
Brancos e nulos: 13%
Indecisos: 16 %

Rejeição
O Ibope também pesquisou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Confira abaixo:

Zé Gomes (PSOL): 33%
Pantaleão (PCO): 32%
Jair Pedro (PSTU): 24%
Miguel Anacleto (PCB): 23%
Paulo Câmara (PSB): 19%
Armando Monteiro (PTB): 17%
Poderia votar em todos: 12%
Não sabe ou não respondeu: 27%

A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 25 de agosto. Foram entrevistados 1.512 eleitores em 69 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) sob o número 00019/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR00424/2014. Fonte: G1

magazine




Pesquisa Ibope mostra crescimento de Marina Silva e vitória da ex-senadora no segundo turno

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta Dilma Rousseff (PT) com 34% das intenções de voto para presidente da República e Marina Silva (PSB), com 29%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 19%, seguido de Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL), com 1% cada. Os outros seis candidatos somados acumulam 1%.

O levantamento indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, a ex-senadora teria 45% e a atual presidente, que tenta a reeleição, 36%.

Encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, a pesquisa é a primeira do Ibope com Marina Silva como candidata do PSB. No levantamento anterior do instituto, divulgado no último dia 7, o candidato do partido ainda era Eduardo Campos, que morreu em acidente aéreo no último 13. Naquela Pesquisa, Dilma tinha 38%; Aécio  Neves (PSDB), 23%; e Eduardo  Campos (PSB), 9%.

De acordo com a pesquisa desta terça-feira, 7% dos entrevistados disseram não saber em quem votar e 8% responderam que votarão em branco ou nulo. Na pesquisa anterior, os que responderam não saber eram 13% e brancos e nulos, 11%.

O Ibope ouviu 2.506 eleitores em 175 municípios entre os últimos domingo (23) e terça-feira (25). O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00428/2014.

Confira abaixo os números na modalidade estimulada da pesquisa (em que o pesquisador apresenta ao entrevistado um cartão com os nomes de todos os candidatos) – todos os indicados com traço somam 1% das intenções de voto:

- Dilma Rousseff (PT): 34%
– Marina Silva (PSB): 29%
– Aécio Neves (PSDB): 19%
– Luciana Genro (PSOL): 1%
– Pastor Everaldo (PSC): 1%
– José Maria (PSTU): -
– Eduardo Jorge (PV): -
– Rui Costa Pimenta (PCO): -
– Eymael (PSDC): -
– Levy Fidelix (PRTB): -
– Mauro Iasi (PCB): -
– Brancos/nulos/nenhum: 7%
– Não sabe: 8%

Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

- Dilma Rousseff (PT): 27%
– Marina Silva (PSB): 18%
– Aécio Neves (PSDB): 12%
– Outros: 2%
– Brancos/nulos/nenhum: 12%
– Não sabe: 28%

Segundo turno
O Ibope simulou os seguintes cenários de segundo turno:

- Marina Silva: 45%
– Dilma Rousseff: 36%
– Brancos/nulos/nenhum: 9%
– Não sabe: 11%

- Dilma Rousseff: 41%
– Aécio Neves: 33%
– Brancos/nulos/nenhum: 12%
– Não sabe: 12%

Rejeição
Dentre os 11 candidatos a presidente, Dilma Rousseff tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Veja os números:

- Dilma Roussef: 36%
– Aécio Neves: 18%
– Pastor Everaldo: 14%
– Zé Maria: 11%
– Eymael: 9%
– Levy Fidelix: 9%
– Rui Costa: 7%
– Marina Silva: 10%
– Luciana Genro: 8%
– Mauro Iasi: 6%
– Eduardo Jorge: 7%

Avaliação da presidente

A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 34% dos eleitores – no levantamento anterior, divulgado no último dia 7, o índice era de 32%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliaram o governo como “bom” ou “ótimo”.

A pesquisa mostra ainda que o índice dos que desaprovam a gestão, ou seja, consideram o governo “ruim” ou “péssimo”, é e 27% (31% no levantamento anterior). Consideram o governo “regular” 36% (na pesquisa anterior, 35%).

O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:

- Ótimo/bom: 34%

- Regular: 36%
– Ruim/péssimo: 27%
– Não sabe: 2%

Fonte: G1

lima




Coluna

justica e cidadania

 

 

 

 

 

Lote de medicamento é suspenso após consumidor achar parafuso no lugar de remédio

Dr KlenioA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a suspensão de lotes de seis medicamentos e de uma compressa de gaze. As resoluções estão no Diário Oficial do dia 20. Todos os lotes dos produtos suspensos serão recolhidos pelos laboratórios fabricantes. O caso mais grave atinge um lote do medicamento Paracetamol 500 mg, produzido pelo Laboratório Teuto, que foi suspenso após um consumidor denunciar ao Procon que havia um parafuso no lugar do comprimido em uma das embalagens. Alguns remédios estavam com cartelas de outros medicamentos dentro das suas caixas.

A agência informou que irá investigar as queixas técnicas e avaliar eventuais penalidades a serem aplicadas. As punições variam desde a advertência até o cancelamento da autorização de funcionamento da empresa ou do registro do produto. Estão previstas ainda a aplicação de multas, que vão de R$ 2 mil e R$ 1,5 milhão.

No caso do Paracetamol, a medida afeta o lote 1998101, com validade de novembro de 2015. Após a denúncia do consumidor que achou o parafuso, o Procon oficiou o laboratório, que iniciou o recolhimento voluntário do lote. Segundo a empresa, o produto foi distribuído em Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Bahia. O remédio é indicado para redução de febre e alívio temporário de dores leves a moderadas. Os consumidores podem tirar dúvidas pelo SAC do laboratório, no telefone 0800-621-800. Fonte: Extra




Genildo Santana, o professor da coluna Sem Meias Palavras, vai lançar mais um livro nesta quinta

lancamento genildoNo Blog Radar do Sertão Genildo é o homem da coluna Sem Meias Palavras que todas as quintas-feiras leva muita gente a refletir os mais diversos temas propostos por Ele.

No Programa Show da Tarde da Rádio Cultura FM é um dos colaboradores do quadro Encontro de Fé às sextas-feiras e suas participações têm sido muito prestigiadas e elogiadas pelos ouvintes.

No meio literário não é diferente. Professor, poeta e escritor da mais alta qualidade e credibilidade. Agora parte para o lançamento do seu 6º filho, como os poetas costumam definir seus livros.

Nesta quinta-feira, 28, a partir das 19h30, a Câmara dos Vereadores será o palco para o lançamento do livro Ditadura militar, 50 anos. O perigo é esquecer. A obra do Tabirense, formado em Filosofia, pós-graduado em História do Brasil, pesquisador da ditadura há muitos anos, faz memória do golpe militar de 1964, dentro das memórias que são feitas dos 50 anos do referido golpe. Genildo chegou a conviver com perseguidos pelo regime como Frei Betto e Celeste Vidal. O Advogado Tote Marques será o debatedor.

EscolaEsmar