• Início
  • Brasil
  • ACM Neto tenta fazer Bolsonaro desistir de indicar aliado para ministério

ACM Neto tenta fazer Bolsonaro desistir de indicar aliado para ministério

Acm neto tenta fazer bolsonaro desistir de indicar aliado para ministério

ACM Neto, que é presidente do DEM, vem articulando nesses últimos dois dias um desarme de uma bomba, que é a indicação de seu aliado, o deputado João Roma, do Republicanos-BA, para o Ministério da Cidadania. Todavia, o presidente Jair Bolsonaro, já divulgou que o atual ministro da Cidadania, que é Onyx Lorenzoni, deixará o cargo em breve, porém ainda, não anunciou o seu sucessor.

ACM Neto trabalha para convencer Bolsonaro a desistir de indicar aliado a Ministério

Dessa forma, o nome dos Republicanos como um meio das negociações para a eleição que ocorre na Câmara dos Deputados, caiu no querer de Jair Bolsonaro, mas embate com o discurso de ACM Neto, que afirma que o DEM não negociou cargos com o governo e nem está alinhado ao Planalto.

Com recusa de Rui Costa, Bolsonaro dá palanque a ACM Neto, maior adversário  do PT na Bahia - Política - Estadão
Foto: Desconhecida

O próprio Neto, amigo próximo e padrinho político do Deputado Roma, pediu de todas as formas, para que o mesmo, não aceite o cargo. Além do pedido, conversou com auxiliares do presidente para que, se caso aconteça a confirmação da nomeação, ele não tem outra opção a não ser, declarar o DEM como da oposição.

Este discurso de alinhamento do DEM com o planalto, tem vários interesse, partindo da visão dos aliados de Neto, ao PSDB de João Doria. No qual, o governador de São Paulo, que ser protagonista na oposição a Bolsonaro, estão entre os partidos do Centrão.

Dessa forma, o presidente do DEM, tem sempre tocado na tecla aos aliados ao Planalto, para que não façam a indicação. Já o Planalto, tem outros planos, pois no mesmo, tem interesse em separar os partidos de centro; que faz parte de um projeto do governo, para desestabilizar o centro e polarizar as disputas presidências em 2022. As eleições de 2022 já preocupam Bolsonaro. O fato de Lula aparecer muito na frente dele nas pesquisas o atormenta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Radar do Sertão surgiu em 2020 como uma nova e inovadora fonte de informações confiáveis do estado de Pernambuco. Todo dia você terá notícias importante sobre a sua cidade. O Radar do Sertão veio para ficar e se definir o novo patamar de informações.