Bolsonaro volta a criticar os governadores

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Neste último dia 23, o presidente Jair Bolsonaro, atualmente sem partido. Teve uma fala, bastante conturbada, pois o mesmo ameaçou os governadores dos estados brasileiros, afirmando que iria acionar as Forças Armadas Brasileira para agir contra as medidas restritivas contra à pandemia.

Depois do apresentador o fazer uma pergunta, em relação à o presidente ter uma posição mais ativa contra o avanço da pandemia, ele o crítica e finaliza sua fala com, “Ora, vamos para com isso”.

Seu discurso, teve vários tons autoritários. Sendo uma parte dele dessa forma:
“O nosso Exército, as nossas Forças Armadas, se precisar, nós iremos para as ruas. Mas não para manter o povo dentro de casa, e sim para restabelecer todo o artigo 5º da Constituição. Se eu decretar isso, vai ser cumprido este decreto. Então, as nossas Forças Armadas podem ir para a rua um dia, sim, dentro das quatro linhas da Constituição para fazer cumprir o artigo 5º, direito de ir e vir, acabar com essa covardia de toque de recolher, [garantir o] direito ao trabalho, liberdade religiosa de culto, para cumprir tudo aquilo que está sendo descumprido por parte de alguns governadores e alguns poucos prefeitos.” – Se quiser ver o pronunciamento na íntegra, clique no link

Este artigo citado por Bolsonaro, realmente promete isso, “Liberdade” sem restrição. Todavia, ela não se aplica a problemática atual do país, em que vidas depende dessas restrições.

Como já é visto, desde o começo da pandemia no Brasil (2020), Bolsonaro vem fazendo sérias críticas as medidas de combate ao avanço da covid-19. Sendo essa, mais uma de seus vários pronunciamentos explícitos contra o lockdown e suas semelhantes.

Mesmo o presidente negando vários dados em relação a pandemia, é impossível negar que o Brasil vem passando por uma explosão nos números de casos, sejam eles de mortes ou de contágio da covid-19. Por exemplo, temos a mais de 30 dias, médias de mortes em torno de mais de 2.000 mil.

Bolsonaro contra o STF

Não é de hoje, que Bolsonaro não simpatiza muito com o STF, porém nessa entrevista ele volta a alfinetar o mesmo. Tendo falas de que qual quer decreto de governadores e prefeitos “leva um transtorno à sociedade”.

Não citando apenas isso, ele volta a afirmar que é contra a maneira covarde que alguns querem impor essas medidas, fala referente ao lockdown e toques de recolher.

Vacinação em massa

Como é sempre questionado sobre quando o Brasil terá uma vacinação em massa, visto que estamos ficando para trás, sendo o Brasil em outrora referência em vacinação. Todavia, ele afirma que a vacinação na forma que está indo, logo será possível chegar nessa meta, mesmo que todos os dados levantados por sites como UOL, O GLOBO, Veja, dizerem o contrário.

Reforma Tributária

Sendo questionado sobre a reforma tributária, Bolsonaro reforça sua importância, e afirma que o projeto em breve será aprovado pelo Congresso.

Fala, que mesmo sendo algo contra o que o ministro da economia, Paulo Guedes quer, acredita que logo posso ser aprovado pelos parlamentares.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Radar do Sertão surgiu em 2020 como uma nova e inovadora fonte de informações confiáveis do estado de Pernambuco. Todo dia você terá notícias importante sobre a sua cidade. O Radar do Sertão veio para ficar e se definir o novo patamar de informações.