Covid-19: Brasil registra 435,7 mil mortes

Covid-19: brasil registra 435,7 mil mortes

Atualmente no Brasil, o novo Corona Vírus, provocou até agora, provocou 436.751 mortes. Tendo ontem (17), registrado um total de 1.036,211 novos óbitos em decorrência do vírus. Contudo, ainda há a investigação de 3.680 falecimentos. Isso se dá, por causa que, mesmo após a morte do paciente, a causa da mesma segue sendo apurada, mesmo após a declaração do óbito.

O Ministério da Saúde, tenta deixar todos informados, por isso, solta atualizações diárias. Neste domingo (16), com a apuração dos dados enviados pelas secretarias estaduais de saúde, é possível fazer as atualizações.

Informações

Desde o início da pandemia, soma-se que a quantidade de pessoas infectadas registradas são de 15.637,475. Tendo, entre ontem e hoje, mais 40.941 novos casos confirmados pelas autoridades de saúde. Pois até ontem, o sistema trazia 15.586,534 pessoas contaminadas. Contudo, no país, ainda há cerca de 1.094,437 casos em acompanhamentos.

Sobre as pessoas que se recuperaram da Covid-19, soma-se hoje, 14.097.207. Número que equivale a 90,2% do total de infectados pelo vírus no país.

Estes dados, são em especial, mais baixos aos domingos e segundas-feiras, em razão da menor quantidade de circulação de pessoas. Já as terças, os dados são maiores, pois conta com todos os casos acumulados nos dois dias anteriores.

Estados

Covid-19: brasil registra 435,7 mil mortes
Foto: MS

Os estados com mais mortes registradas da covid-19, segue essa lista: São Paulo, com 104.214; Rio de Janeiro com 48.006; Minas Gerais com 37.508; Rio Grande do Sul com 26.685 e por fim, Paraná com 24.670. Já para a parte final da lista, com menos vidas perdidas para a pandemia, estão: Roraima com 1.571; Acre com 1.614; Amapá com1.615; Tocantins com 2.720 e Alagoas 4.493.

Vacinação

O Brasil, até o seguinte momento, tem a distribuição para os estados de 85,2 milhões de doses do imunizante. Sendo deste total, 52,7 milhões de doses já aplicados, ficando 35,7 milhões para a primeira dose e 16,9 milhões para a segunda dose

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Radar do Sertão surgiu em 2020 como uma nova e inovadora fonte de informações confiáveis do estado de Pernambuco. Todo dia você terá notícias importante sobre a sua cidade. O Radar do Sertão veio para ficar e se definir o novo patamar de informações.