Governo de Pernambuco anuncia prorrogação de cirurgias eletivas, que ficam suspensas até 6 de junho

Governo de pernambuco anuncia prorrogação de cirurgias eletivas, que ficam suspensas até 6 de junho

Foi anunciado nesta terça-feira (25), que as cirurgias eletivas, que dependem de uma internação hospitalar no estadão, deverão ser suspensas até o dia 6 de junho, isso se da pela prorrogação das medidas restritivas anunciadas pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco. Dessa forma, todas as cirurgias marcadas neste período, estão suspensas, ocorrência que vem desde 8 de março. Com esta antiga medida, os procedimentos estavam proibidos até o dia 23 desde mês (05).

Se baseando nas informações repassadas no boletim diário da Covid-19 em Pernambuco, divulgado nesta terça (25), esta suspensão vale para as redes públicas e privadas. Valendo ressaltar que o são afetados os procedimentos agendados previamente, ou seja, são aquele que não são urgentes, e que sua prorrogação, não causará prejuízo à saúde daquele paciente.

Com alta da covid-19, governo de pernambuco anuncia medidas mais rígidas para grande parte do estado
Foto: Andrea Rêgo Barros

Medidas do Governo

Segundo o governo, essa prorrogação tem como objetivo: “evitar sobrecarga nos sistemas de saúde e destinar maior número de profissionais, leitos e insumos médico-hospitalares para o atendimento de pessoas suspeitas ou confirmadas para a infecção pelo novo corona vírus”.

Ainda, segundo o governo estadual, fica mantido ainda, as cirurgias eletivas que não podem esperar, como as: oncológicas, cardíacas, transplantes e procedimentos que possam causar dano permanente ao paciente em caso de adiamento. Também, continua liberado as cirurgias ambulatórias, que não necessitam de um internamento hospitalar.

Continua ainda, o funcionamento das unidades de consultórios, clínicas, laboratórios e hospitais com a realização de consultas, procedimentos diagnósticos e terapêuticos ambulatoriais, além dos serviços de urgência e emergência.

“A Secretaria Estadual de Saúde, a SES, reforça que os servidores que atuam nessas cirurgias eletivas e foram realocados para outras áreas da assistência hospitalar ou teletrabalho serão mantidos nessas funções”, declara o governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Radar do Sertão surgiu em 2020 como uma nova e inovadora fonte de informações confiáveis do estado de Pernambuco. Todo dia você terá notícias importante sobre a sua cidade. O Radar do Sertão veio para ficar e se definir o novo patamar de informações.