Miguel Coelho defende protagonismo da legenda em 2022 em Pernambuco

Miguel coelho defende protagonismo da legenda em 2022 em pernambuco

Miguel Coelho, do MDB, defende o protagonismo das legendas nas eleições em 2022. Num encontro, realizado com representantes do MDB, o ponto mais discutido e falado foi o caminho político do MDB. Tendo como participantes, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que se encontrou com o presidente nacional da legenda, o deputado federal Baleia Rossi. Momento ocorrido nessa terça-feira (04), em Brasília-DF. Teve a participação ilustre do senador Fernando Bezerra e o líder dos emedebistas na Câmara, deputado Isnaldo Bulhões.

Apresentação de Ideias

Miguel, prefeito de Petrolina, pontou novamente sua ideia, que a pouco tempo levou ao presidente do MDB em Pernambuco. Coelho, voltou a pontuar e defender o protagonismo da tradicional legenda, característica do cenário político estadual, com um projeto para unir lideranças, que em conjunto possam reconstruir o Estado, no qual vive um processo prolongado de desgaste econômico.

Miguel coelho defende protagonismo da legenda em 2022 em pernambuco
Foto: Câmera dos Deputados

“O MDB é um dos maiores partidos do Brasil. Conversei com os deputados Baleia, Isnaldo e o senador Fernando sobre a necessidade de Pernambuco ser discutido e reconstruído. Precisamos unir as forças políticas, prefeitos, parlamentares, acadêmicos, trabalhadores, para mostrar um caminho de recuperação para um Estado que está falido, e agora andando para trás. É fundamental que nosso partido, pela sua história e importância, entre nesse debate, apresentando propostas para um Pernambuco mais forte“, relatou o prefeito de Petrolina, após a reunião com as lideranças emedebistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Radar do Sertão surgiu em 2020 como uma nova e inovadora fonte de informações confiáveis do estado de Pernambuco. Todo dia você terá notícias importante sobre a sua cidade. O Radar do Sertão veio para ficar e se definir o novo patamar de informações.